O mundo mudou! E o seu departamento de Recursos Humanos?

Veja ou reveja o webinar!

O Webinar “O mundo mudou! E o seu departamento de RH?”, dinamizado no dia 27 de Janeiro pela Fórmula do Talento, em parceria com a Palmetal e a Milestone, arrancou com a ideia de que o departamento de recursos humanos foi o que mais mudou, sendo o responsável por continuar a unir os diversos departamentos.

Catarina Oliveira, Partner da Fórmula do Talento, arrancou com a análise de um estudo da KPMG sobre o futuro dos recursos humanos. Sendo este um desafio com um grande impacto nas pessoas, são os departamentos de recursos humanos que assumem o comando que ao longo deste período foi feito.

 

Os Diretores de recursos humanos têm de assumir um papel em conjunto com a gestão e ter um papel mais ativo, assentando a sua organização em 3 pilares: criar uma cultura organizacional coesa num contexto de trabalho remoto; encontrar formas de manter ou aumentar produtividade e garantir o engagement com a organização de colaboradores que enfrentam um desafio e profissional sem precedentes; e reconstruir/requalificar a força de trabalho para fazer face a um futuro volátil e incerto.

No mesmo sentido, apresentou o foco dos recursos humanos numa nova realidade, sendo eles a estão e análise da informação, o propósito da organização e mindset digital, a tecnologia ao serviço, o conceito de “dentro para fora” / “fora para dentro”, a experiência do colaborador e a modelação das equipas.

Há uma necessidade crescente em departamentos de recursos humanos mais estratégicos, alinhados com as estratégias da organização.

Partiu-se então para as realidades de duas empresas de setores distintos: Palmetal, empresa do setor de prestação de serviços de logística, pré-montagens, inspeções, manutenções, controlo, embalagens; e Milestones, empresa de prestação de serviços d sistemas de informação de gestão SAP.

Catarina começou por perguntar qual o papel que estão a ter nas transformações dos recursos humanos, à qual Lialiana da Milestone respondeu que a adaptação para o trabalho remoto centrou-se muito na experiencia do colaborador, nomeadamente a continuação das mesmas rotinas, através de cafés virtuais, o fortalecimento na comunicação, através do reforço da newsletter interna e a comunicação transparente sobre a situação da empresa para todos, e bem-estar psicológico, através de aulas de ginástica, jogos e do conceito de open door, espaço de partilha individual para o bem estar psicológico.  

António Novais da Palmetal salientou que houve uma percentagem de 90% de trabalhadores que ficaram em layoff. Na equipa que permitia ter teletrabalho foram mudados todos os sistemas informáticos. Para as pessoas que têm de recorrer à empresa fisicamente, foi adotada uma grande cultura de proteção e desinfeção contra o vírus.

 

A segunda questão incidiu sobre qual das seis áreas de foco anunciadas no estudo da KPMG é mais relevante para ambos os oradores e que trabalho já tem sido feito nesse sentido. O Diretor Geral da Palmetal afirma que as áreas de foco mais presentes se concentram na transformação cultural, nomeadamente o mindset das pessoas e a passagem de uma vertente física para digital.

Liliana referiu serem pontos de foco a experiência do colaborador, com a existência de um Hapiness Manager e a gestão e análise de informação.

 

A terceira questão debruçou-se nos desafios futuros na gestão de recursos humanos e qual o seu impacto nos mesmo, à qual António Novais respondeu ser a dificuldade de contratação, formação e método de trabalho. Liliana prosseguiu com a manutenção das rotinas, cultura e bem-estar psicológico como principais desafios.

Com duas empresas com realidades muito diferente, acabam-se por encontrar na resposta à última questão imposta por Catarina: apesar de muita coisa estar a mudar, continua a riqueza do contacto com as pessoas e para não deixarem que a tecnologia deixe de ser uma ferramenta.

 

Assista ao video AQUI